[Leitura obrigatória] Como precificar os produtos no varejo?

O processo de precificação de produtos é um dos principais segredos para o sucesso do negócio, e por estar diretamente ligado ao financeiro, preços atribuídos de forma inadequada podem colocar a empresa em sérios riscos.

Sendo assim, é preciso saber identificar o melhor preço para determinado produto, sempre maximizando os ganhos e assegurando a saúde financeira da empresa. Mas afinal, como precificar de maneira assertiva os produtos no varejo? Confira a seguir!

Saiba a diferença entre valor e preço!

Os conceitos de valor e preço devem estar bem claros para se fazer uma precificação assertiva no varejo: O consumidor compra o valor e paga o preço. Portanto, eleve seu valor!

O valor é algo subjetivo, sendo a percepção que o cliente tem sobre os benefícios do produto que está levando. Procure sempre entregar mais valor do que o cliente está esperando: Ofereça um bom atendimento, solucione o problema do cliente, faça o cliente sentir que está levando mais do que está pagando e preste um bom pós-venda. Assim, você fará mais que uma venda, você fidelizará seu cliente.

Produtos mais caros geram mais lucratividade

É inquestionável que produtos mais caros geram mais lucratividade. Um produto de R$80,00 de custos fixos, vendido a R$ 100,00 gera pouca lucratividade. Se esse produto for vendido a R$ 120,00, metade dos clientes podem ser perdidos que o lucro será o mesmo.

Já se tratando de um produto tabelado, é mais difícil estabelecer relação de valor do produto. Nesse caso, o foco deve ser em gerar valor fornecendo um bom atendimento, prestando um bom pós-venda, ou mesmo, fazendo sorteios ou dando brindes para atrair novos consumidores.

Como precificar os produtos no varejo?

Fatores que influenciam diretamente na precificação

Sempre haverá fatores que influenciam diretamente na precificação no varejo, sendo alguns deles: custo do produto, custo do transporte, estratégia de posicionamento da marca, despesas fixas e variáveis do negócio, margem de lucratividade que deseja ganhar, valor praticado pela concorrência, entre outros.

Entre eles, os pontos mais importantes que devem ser analisados para precificar de maneira assertiva os produtos no varejo são:

  • Saiba quais são seus custos fixos e variáveis.
  • Estipule qual a margem de lucratividade que deseja ganhar.

IMPORTANTE: Lucratividade é o resultado líquido depois de subtrair TODOS os custos, sejam fixos ou variáveis.

Dentro do varejo, ter lucro significa comprar e vender bem. Então, a precificação dessa modalidade precisa ser feita minuciosamente, pois como já mencionamos, existem diversos fatores que podem impactar na hora de definir o preço dos produtos. Além disso, o valor proposto deve estar alinhado aos objetivos da empresa, tipo de cliente, o valor que o cliente enxerga na empresa e nos produtos, etc.

Simplifique seu processo de precificação!

Com as soluções da WLS, é possível estipular a porcentagem que você deseja ganhar de lucratividade em cima de cada produto de forma automatizada, tem acesso a dados como os produtos que mais agrada sua clientela, gerencia todos os movimentos do cliente na sua empresa e sabe em tempo real quais clientes pararam de comprar, possui uma gestão financeira completa na palma de sua mão e muito mais!

Não perca mais tempo e dinheiro, experiente grátis e sem compromisso nosso sistema de gestão.

Deixe uma resposta