As vendas caíram? Utilize o Capital de Giro e o Ponto de Equilíbrio a seu favor!

Quando as vendas caem e a entrada de capital é menor dentro da empresa, é possível tomar decisões pautadas nos indicadores financeiros certos para que a operação se mantenha. Suas vendas caíram? Saiba que é possível utilizar o Capital de Giro e o Ponto de Equilíbrio a seu favor!

Ficou curioso? Então entenda em nosso post o poder desses indicadores e saiba como tomar uma decisão utilizando-os em uma eventual queda nas vendas!

Queda de vendas = queda de faturamentos

Quando o faturamento cai, é preciso trabalhar com os indicadores financeiros para que a empresa consiga se manter de pé necessitando de menos capital entrando na empresa.

Ou seja, precisamos trabalhar: O capital de giro e o ponto de equilíbrio operacional.

Capital de giro

Mais do que simplesmente faturar e obter lucro dentro da empresa, é necessário ter em caixa uma quantia mínima responsável por manter a operação funcionando.

Logo, se você tem uma empresa e ela possui um capital de giro negativo em R$100.000, estamos falando que: você precisa ter um caixa de R$100.000 no mês, para conseguir dar vazão a todos os processos do negócio, como reposição de estoque, contar com o dinheiro em recebimento que ainda não caiu e arcar com despesas financeiras da operação.

Portanto, quanto menor for a necessidade do capital de giro em um cenário de tomada de caixa, maior será o fôlego que o caixa vai ter (e consequentemente, menor é exposição ao risco que a empresa vai ter também).

Em uma eventual queda nas vendas, a empresa terá menos capital entrando em caixa e consequentemente, haverá um problema.

Por conta disso precisamos equilibrar essa conta, trabalhando o capital de giro para que a empresa necessite de menos capital para manter a operação.

Como fazer melhorias no capital de giro? Confira:

  • Estimule a entrada de recebíveis;
  • Compre apenas os produtos com bom giro de estoque e em quantidade necessária para o momento;
  • Queime ou reprecifique produtos eternamente congelados;
  • Priorize o prazo nas suas negociações com fornecedores;

Dessa forma o dinheiro permanecerá mais tempo na conta da empresa.

Ponto de equilíbrio

Esse indicador mede a receita mínima mensal a ser atingida para pagar todos os custos da operação, sejam eles fixos ou variáveis, sem correr o risco de causar danos financeiros à empresa.

Em uma eventual queda nas vendas, a empresa terá uma receita menor e por conta disso, corre risco de não conseguir pagar seus custos.

Por conta disso, precisamos trabalhar esse indicador para que a empresa necessite de um faturamento menor para pagar todos os gastos.

Como reduzir o ponto de equilíbrio da minha empresa?

  • Tenha controle total dos custos fixos;
  • Faça renegociações com fornecedores;
  • Negocie acordos de aluguel;
  • Analise as margens dos produtos a fim de encontrar possíveis erros de precificação que lhe impeçam de vender mais;
  • Estimule a criação de kits para aumentar a margem da empresa.

Simplifique seus processos!

Você quer implementar a forma mais prática, eficaz a segura para calcular e acompanhar o capital de giro e o ponto de equilíbrio de sua empresa, adote um sistema de gestão.

Uma empresa que utiliza um sistema de gestão consegue automatizar suas tarefas e processos, além de visualizar de forma clara o real panorama sobre a saúde da empresa, viabilizando tomadas de decisões antecipadas a assertivas.

Com as soluções da WLS você tem todos os dados e números importantes da sua empresa calculados de forma automatizada na palma de sua mão! Não perca mais tempo, experimente grátis e sem compromisso.

Deixe uma resposta